25/11/2016

Estilistas famosos: Christian Dior

25/11/2016
Olá pessoal!

Pensei em criar algo diferente aqui no blog, que agregasse informação mas que ao mesmo tempo fosse relevante e interessante aos meus leitores, foi ai que tive a ideia de criar um quadro onde toda sexta-feira falo sobre grandes ícones da moda, vivos ou já falecidos, explicando como foi a vida de cada um deles e mostrando um pouquinho de suas obras.


Para começar, escolhi o meu estilista favorito, Christian Dior.

Acredito que todo mundo já ouviu falar no nome Christian Dior, seja por seus perfumes, o famoso J'adore, suas maquiagens incríveis ou pela sua bolsa criada em inspiração a princesa Diana.... Fato incontestável é que seu nome ficou famoso internacionalmente e até os dias de hoje seus produtos são sonhos de consumo para muitas mulheres. Apesar de toda essa fama, poucos sabem da trajetória de sua vida e o que foi preciso para atingir todos os seus objetivos. 


Christian Dior nasceu em Granville, na data de 21 de janeiro de 1905 e veio a falecer na cidade de Montecatini Val di Cecina em 24 de outubro de 1957 em razão de um ataque cardíaco.

Ele foi um importante estilista francês, responsável pela revolução do estilo nos anos 50, onde logo após a segunda guerra mundial apresentou o conceito luxuoso na sociedade.


Filho de um comerciante de fertilizantes da região do Canal da Mancha, desejou ser artista plástico, mas foi enviado para Paris a fim de estudar Relações Internacionais, uma vez que o seu pai queria que o filho seguisse a carreira diplomática. Ele acabou estudando ciências políticas, por influência de seu pai, entretanto, após terminar o curso, gastou seu tempo viajando pela Europa, até que, em 1927, abriu uma galeria de artes, em sociedade com o amigo Jacques Bonjean. Juntos, chegaram a expor alguns trabalhos de amigos, como Dufy, Christian Bérard e Jean Cocteau.


 Em 1934, vítima de uma grave doença, Dior não podia contar com o dinheiro de sua família, que, desde 1931, atravessava sérios problemas financeiros, e foi se recuperar somente em 1935, onde começou a desenhar croquis para o "Figaro Illustre", jornal parisiense que os publicavam semanalmente na seção de alta-costura.

 Após conseguir vender uma coleção de desenhos de modelos de chapéus, começou a fazer croquis de roupas e acessórios para várias maisons de Paris, até que, em 1938, Christian Dior realmente iniciou sua carreira no universo da alta-costura, como assistente do estilista suíço Robert Piguet (1901-1953).


Porém ele foi convocado para a guerra que explodia na Europa, e atuou como soldado do corpo de engenheiros. Em 1941, foi trabalhar na maison do estilista francês Lucien Lelong (1889-1958), onde conheceu aquele que viria a ser um importante estilista, o francês Pierre Balmain (1914-1982).


Christian Dior sonhava em ter sua própria maison, o que pôde ser realizado com a ajuda financeira do então poderoso empresário de tecidos, Marcel Boussac, em 1946.


Sua primeira coleção foi apresentada no ano de 1947, a qual chamou de New Look, com roupas bem estruturadas, elegantes e femininas, se tornando o oposto da moda mais casual apresentada por Coco Chanel.


"Nós saímos de uma época de guerra, de uniformes, de mulheres-soldados, de ombros quadrados e estruturas de boxeador. Eu desenho femmes-fleurs, de ombros doces, bustos suaves, cinturas marcadas e saias que explodem em volumes e camadas. Quero construir meus vestidos, moldá-los sobre as curvas do corpo. A própria mulher definirá o contorno e o estilo." Christian Dior
Tailleur Bar

O modelo mais famoso de sua primeira coleção foi o "tailleur Bar", um casaquinho de seda bege acinturado, com ombros naturais, combinando com uma saia preta plissada quase na altura dos tornozelos. Para completar, utilizou acessórios incríveis como luvas, chapéus e sapatos de salto alto.


Durante dez anos, Christian Dior foi o estilista mais cultuado e admirado no mundo da moda, suas criações foram sucesso e seu nome associado a elegância e refinamento.


Para assumir a direção de criação da grife, após a morte de seu criador, foi escolhido o então jovem talento Yves Saint-Laurent, que chegou a provocar uma certa controvérsia por ter criado peças pouco tradicionais para a marca, como jaquetas de couro preto e vestidos curtos.


Em 1960, Saint-Laurent foi convocado para servir na guerra da Argélia e em 1962, já de volta a Paris, abriu sua própria maison. Seu lugar foi ocupado por Marc Bohan, estilista francês experiente. Seus modelos eram esguios e seus modelos mais influentes foram apresentados em 1966, baseados no filme "Doutor Jivago", com casacos amplos acinturados, vestidos longos e botas.


 Em 1989, numa tentativa de renovar a marca, o italiano Gianfranco Ferré foi escolhido como o novo nome da Christian Dior. Em sua primeira coleção, ele ganhou o prêmio "Dedal de Ouro", oferecido pela empresa Helena Rubinstein ao melhor estilista de cada temporada. Seu estilo de linhas arquitetônicas e corte seco foi sucesso até 1997, ano em que assumiu o inglês John Galliano, atual designer da grife.


Desde 1984, a marca CD é controlada pelo grupo LVMH (Môet-Henessy Louis Vuitton), primeira empresa mundial do comércio de luxo, do engenheiro francês Bernardo Arnault, que também é dona dos perfumes "Miss Dior" e "Poison", ambos da marca CD.

Fonte de pesquisa: Wikipédia, Livro Senac, Almanaque Folha Uol.

Gostaram de saber um pouco sobre a vida desse eterno ícone da moda?
Bjs!

12 comentários:

  1. Nossa adorei saber, aprendi muitas coisas sobre ele que nem imaginava.
    http://souadultaagora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa que legal, adorei saber mais sobre esses estilistas famosos. Você citou bem o post e agora nao me restou nenhuma duvida, gostei bastante de saber mais sobre a vida dele bem como a sua história bem detalhada. beijos!

    ResponderExcluir
  3. Nossa Dri, que legal! Não sabia muita coisa sobre o Christian Dior. Achei interessante o fato dele ter sido convocado e ido para guerra, ninguém nem imagina algo assim. Gostei muito desse tipo de postagem e espero saber mais sobre outros etilistas famosos <3
    Beijos!

    http://www.tarsilamartins.com/

    ResponderExcluir
  4. Menina, eu não sabia nada sobre a história e eu gostei bastante. Adquiri uma bagagem a partir deste momento Além disso, o fato dele ter ido para guerra me chamou muito a atenção. Faz mais posts assim?

    ResponderExcluir
  5. Amor, arrasou na idéia do post. Fico sensacional..Adorei mesmo!
    O post ficou super completo, e li bastante coisa legal.
    Quero sempreeee!!!

    ResponderExcluir
  6. Adri, adorei o post!Carregado de boas informações e uma excelente ideia pra conhecermos um pouco mais da história das grandes marcas! Arrasou, beijosss

    ResponderExcluir
  7. O cara é um ícone, as pessoas podem falar o que for dele que ele continuará sendo um ícone e eu continuarei fã rs É claro que a maioria dos produtos não são feitos para o meu bolso rsrs mas adoro o estilo que ele traz para os produtos e que claro outras marcas acabam copiando rs

    ResponderExcluir
  8. Olá Dri, eu fiquei apaixonada por esse novo assunto no seu Blog <3
    Realmente é de uma importância enorme, pois dessa maneiro poderemos conhecer mais sobre os estilistas e criadores.
    Muito acham fácil terem essa fama toda, mas não sabem 1/3 de sua carreira.
    Adorei e já estou ansiosa para o próximo post <3
    Beijinhus e Sucesso amiga, pois você merece.

    www.segredosdajuhcosta.com

    ResponderExcluir
  9. Gostei muito de conhecer mais a história do Sr. Dior! Fiquei surpresa de conhecer a história e a origem dele. E hoje é um ícone e respeitado no mundo na moda! Parabéns pelo post!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Post amiga, amei conhecer a história dele... voto por mais posts assim!
    Bjos

    ResponderExcluir
  11. Olá :)

    O J'Adore da Dior é maravilhoso mesmo!

    Vale a pena ver o preço na Loja Glamourosa:

    https://www.lojaglamourosa.com/loja/j-adore

    beijinhos

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário é muito importante, críticas construtivas são muito bem vindas desde que feitas com educação. As perguntas serão respondidas posteriormente, então volte depois para saber a resposta ou ative a notificação de seu comentário. ❤ E por último, caso queira deixar o link do seu blog no comentário, use o código abaixo (sem espaços a partir do h) para que eu e minhas leitoras sejam direcionadas diretamente ao seu blog. Bjs!

< a href = " NOME DO SEU BLOG " > NOME DO SEU BLOG < / a >